Aprenda como identificar o período fértil da maneira certa

Aprenda como identificar o período fértil da maneira certa

Se você deseja evitar uma gravidez, ou está pronta para realizar o sonho de ser mãe, entender como calcular o período fértil é um conhecimento poderoso. Afinal, o período fértil é o momento em que a mulher está mais propensa a engravidar, já que ocorre a liberação do óvulo maduro pronto para ser fertilizado. 

Ao conhecer e acompanhar o seu ciclo menstrual, você adquire controle sobre o próprio corpo, sabendo identificar os dias em que está mais propensa a engravidar e, assim, poder planejar uma gravidez com maior eficácia, ou mesmo adotar medidas contraceptivas adequadas.

Se você se encontra em alguma dessas situações, ou apenas deseja conhecer melhor o seu corpo, continue a leitura! Neste artigo vamos te contar tudo sobre o período fértil, incluindo os sinais que o corpo dá. Vamos nessa?

O que é período fértil

O período fértil é um momento que antecede a ovulação, ou seja, é o período do ciclo menstrual em que o seu corpo está preparado para a possibilidade de uma gravidez.

Quando um óvulo é liberado do ovário, ele tem uma vida útil curta de apenas 24 horas. Por outro lado, um espermatozoide pode sobreviver no corpo feminino por até 5 dias. Com base nisso, podemos entender o período fértil como a oportunidade para a concepção, que inclui os 5 dias de vida dos espermatozoides, mais 1 dia de vida do óvulo.

Nessa fase, se houver relação sexual desprotegida, o espermatozoide pode encontrá-lo e fecundar, gerando uma nova vida. É importante saber que só tem período fértil mulheres que ovulam. Isso descarta aquelas que: 

  • Fazem o uso de contraceptivos hormonais;
  • Estão na menopausa;
  • Estão grávidas.

Como identificar o período fértil

O primeiro passo para identificar o período fértil é conhecer o seu corpo! Após anos de uso de anticoncepcional, ou na correria do dia a dia, muitas mulheres nem sabem se menstruam todos os meses, se é regular, a intensidade do fluxo etc. 

Tudo isso pode dificultar a identificação do período fértil. Mas não se preocupe, vamos te ajudar a reconhecer alguns sinais que seu corpo dá. Confira a seguir!

👉 Leia também: O que a cor da menstruação pode dizer sobre a sua saúde 

1. Mudança no muco cervical

Muco cervical é uma secreção produzida no colo do útero, perceptível na calcinha ou quando coletamos com o dedo direto da vagina. Geralmente, funciona assim: acabou a menstruação, os dias seguintes serão mais secos (você pode perceber na calcinha ou mesmo quando se limpar após ir ao banheiro). 

À medida que os dias vão se passando, a secreção começa a aparecer, inicialmente parecendo uma cola de bastão. Em seguida, ela se torna mais líquida e transparente. Quanto mais fluida e abundante ela estiver, maior é a sua fertilidade. Isso significa que você está se aproximando da ovulação, o momento mais propício para engravidar.

E então, a melhor fase chega! Um ou dois dias antes da ovulação, o muco cervical atinge o seu ápice. Ele se torna viscoso e elástico, muito parecido com uma clara de ovo. É nesse momento que o muco assume um papel vital, agindo como um “elevador” para os espermatozoides. Ele os guia, nutre e cria um ambiente perfeito para que eles possam alcançar o óvulo.

2. Aumento da libido e disposição

Passado alguns dias depois da menstruação, acontece um aumento significativo do hormônio LH, o que traz consigo sintomas como aumento da libido e do desejo sexual. Nesse momento, as mulheres se tornam mais sensíveis ao toque e às carícias, criando uma excelente oportunidade para explorar diversas formas de prazer durante a relação.

3. Teste de ovulação

Os testes de ovulação não indicam o momento exato da ovulação, mas sim o crescimento do hormônio LH, que sinaliza que a ovulação está próxima. É importante entender que a ovulação ocorre geralmente entre 24 e 48 horas após um resultado positivo no teste. Eles são considerados bastante precisos, com uma efetividade de 97% a 99%.

No entanto, só usar o teste é pouca informação, já que ele só informa que o hormônio aumentou, não confirmando se você ovulou ou não. Ele também não avalia o muco cervical — condição importante para deixar tudo mais favorável para a fecundação, caso você queira. É um método adicional, mas não único.

Como saber que estou ovulando?

Existem alguns sintomas que indicam o dia da ovulação. São eles:

  • Dor do meio do ciclo: desconforto na região pélvica (normalmente na lateral),;
  • Muco cervical: secreção cremosa ou elástica;
  • Alteração na temperatura corporal;
  • Leve sensação de peso nas mamas;
  • Aumento da libido.

👉 Assista também: Ovulação Período Fértil – O Que é, Sintomas da Ovulação Período Fértil 

Quais as chances da mulher engravidar no período fértil?

Durante o período fértil, o seu corpo está se preparando para uma possível gravidez. Isso significa que se você está planejando engravidar — ou evitar uma gravidez —, é importante saber que este é o momento mais propício.

A única chance de engravidar é no período fértil. Fora dele não tem como! 

Para as mulheres que desejam engravidar, é recomendado que elas observem os sinais que falamos acima, além de fazer o teste de ovulação e, assim, tenha relações sexuais na janela fértil de 6 dias

👉 Leia também: Discos menstruais para quem quer engravidar! Uma técnica simples 

Como evitar a gravidez no período fértil?

Para não engravidar no período fértil, tenha relações protegidas. Existem cinco métodos contraceptivos acessíveis e regulares que são muito eficazes. São eles:

  • DIU de Cobre ou Hormonal: dispositivos intrauterinos que ajudam a prevenir a gravidez. 
  • Preservativo: seja o feminino ou o masculino. Usando direitinho, pode ser um bom método
  • Pílulas anticoncepcionais: comprimidos que contêm hormônios e devem ser tomados diariamente. Essas pílulas são uma opção popular e eficaz de contracepção quando se toma todos os dias.
  • Injeção hormonal: deve ser administrada regularmente, geralmente a cada três meses. Ela impede a ovulação e ajuda a prevenir a gravidez.
  • Adesivo: adesivo fino e flexível que contém hormônios e é colocado sobre a pele. Ele libera gradualmente os hormônios contraceptivos e deve ser trocado semanalmente.
  • Implante: pequeno dispositivo flexível inserido sob a pele do braço da mulher. Ele libera continuamente hormônios contraceptivos por um longo período, geralmente três anos.

Se você teve relação durante o período fértil sem proteção e não deseja engravidar, ainda é possível utilizar a pílula do dia seguinte. No entanto, é importante estar atenta ao tempo, pois quanto mais cedo ela for utilizada, maior é a probabilidade de ser eficaz. Esse não é um método contraceptivo. É um método de emergência e deve ser usado somente em casos específicos. 

Descobrir como calcular seu período fértil é uma ferramenta poderosa para o seu empoderamento! Agora, compartilhe este artigo com outras mulheres que desejam engravidar ou evitar uma gravidez, espalhando conhecimento e incentivando o autocuidado. 

Juntas, podemos fortalecer e capacitar as mulheres a tomar decisões informadas sobre sua saúde sexual e reprodutiva. Vamos compartilhar essa informação e promover o empoderamento feminino! 💜

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Inscreva-se em nosso blog

Receba no seu e-mail em primeira mão nossos principais posts.
Fique por dentro

Posts relacionados