O que é o ciclo menstrual e quais são as suas fases?

Ciclo menstrual é muito mais do que menstruação. São as mudanças mensais que ocorrem no  organismo feminino e que prepara a mulher para uma possível gravidez.  O ciclo menstrual é natural, único e cíclico, ou seja toda mulher em idade fértil que menstrua apresenta características únicas em cada fase do ciclo, mas todas passam pelo mesmo processo. Assim que um ciclo termina, outro já se inicia.

O primeiro dia do ciclo é o primeiro dia da menstruação e ele só termina no dia que antecede a  menstruação seguinte. O que acontece no intervalo dessas duas menstruações é o que a gente  vai simplificar para você agora.

Vem com a gente!

Fases do ciclo menstrual:
Pré ovulação, ovulação, pré menstrual e menstruação

Os altos e baixos do ciclo menstrual

O processo é complexo, mas vamos tentar simplificar: 

Já notou como tem dias que estamos mais alegres e dispostas, enquanto outros estamos na  “maior bad” sem um motivo específico? Pois bem amiga, são os hormônios. Eles são os  responsáveis pelo funcionamento do nosso ciclo menstrual. 

Assim que a nossa menstruação chega, o nosso  cérebro manda o alerta para o ovário: 

“Hey ovário, sabe aquele seu folículo imaturo? Chegou a hora de amadurecer!”

Neste momento, os hormônios entram em cena para a preparação do óvulo, fase que chamamos de folicular.

Quando o óvulo amadurece ele é liberado na ovulação e viaja pelas trompas de falópio, onde poderá ser fecundado caso encontre com um espermatozoide.

O óvulo maduro permanece vivo no sistema reprodutor feminino por até dois dias, enquanto o espermatozoide pode ter vida útil de 5 dias. Esse é o tão respeitado período fértil.

Da ovulação em diante temos a fase lútea do ciclo.

Se o óvulo for fecundado no período fértil, uma gravidez é possível, se não, esse óvulo se desprenderá junto com a camada de revestimento do útero na próxima menstruação.

Entender nosso ciclo é fundamental!

Nosso corpo fala durante todo o processo.

Sabe a famosa TPM? Aquele mal humor, dor de cabeça chata, pele com espinha, inchaço  no corpo, seios sensíveis e até o intestino parece não funcionar bem. Pois é amiga, ela sinaliza a  fase lútea.  

A gente não vê a hora da menstruação chegar e quando ela chega às vezes vem de brinde a cólica  menstrual e uma leve diarréia.  

Conforme o fluxo menstrual vai diminuindo, o perrengue também. Sinal que dias melhores virão!

Quando nos aproximamos da ovulação, a gente recupera o fôlego. No período fértil estaremos  muito, mas muito animadinhas! A natureza é sábia não? Fomos feitas para gerar vida e o nosso  organismo dá aquele empurrãozinho. Nos deixa mais felizes, cheias de energia, com a libido em  alta e note: calcinha molhada pelo muco cervical.

O muco é uma secreção vaginal que pode ser transparente e líquida, semelhante a uma clara de  ovo, ou mais grossinha e esbranquiçada. Além de deixar tudo bem lubrificado, esse fluido  favorece a sobrevivência do espermatozoide por mais tempo no nosso aparelho  reprodutor. Notamos o aumento da temperatura corporal em até 2ºC (sinal que a progesterona está em alta) e também uma pontinha de dor na região pélvica.

Mais do que evitar ou tentar uma gravidez, compreender as fases e como o nosso corpo se  comporta ao longo do ciclo menstrual nos permitirá viver com mais intensidade os momentos  bons e amenizar os sintomas daqueles dias ruins.

Gostou da matéria? 

Saiba mais sobre seus ciclos no blog Inciclo!

Compartilhar
Calcinha Menstrual

Comente

A

Recomendado para mulheres com mais de 30 anos ou que já têm filhos.

Eu quero

B

Recomendado para mulheres com menos de 30 anos ou que não têm filhos.

Eu quero