Menstruação na Prisão

Descobrir dados dos presídios femininos de São Paulo é um buraco sem fim de desinformação e pontas soltas. Mas uma coisa é certa, as pessoas carcerárias que menstruam, enfrentam uma grande falta de informação que resulta também em abandono. 

Itens de higiene para a menstruação são necessário para qualquer ser humano que menstrua. Nesses âmbitos, não é levado em conta nem que uma pessoa que tem vagina, precisa de papel higiênico para duas necessidades em vez de uma. 

Em alguns presídios são oferecidos um pacote pequeno para o ciclo menstrual, que para quem tem um fluxo mais intenso, não é suficiente. É nesse cenário que muitas mulheres improvisam com miolo de pão. 

Em algumas prisões, os itens de higiene são de responsabilidade da própria detenta, ou seja, dependem da família. Mas temos que colocar em pauta o abandono que essas mulheres sofrem pela família, logo, essa dependência não é tão válida. 

Esse pensamento vai de encontro com que todos os detentos devem ser tratados de maneira idêntica, mas esquecemos das diferenças e é por isso que lutamos por acessibilidade. Menstruar não é opcional!!! 

Hoje no Brasil, itens para a menstruação não são considerados higiene básica e por isso não vão nas cestas básicas. Como viabilizar esse acesso? 

Esse ano, a Escócia foi o primeiro país do mundo a tomar uma medida contra a precariedade menstrual e passará a distribuir absorventes gratuitamente. Uma grande vitória! 

Por aqui, caminhamos na luta de conquistar a distribuição e o acesso gratuito a todas as pessoas que menstruam! 

Compartilhar
Calcinha Menstrual

Comente

A

Recomendado para mulheres com mais de 30 anos ou que já têm filhos.

Eu quero

B

Recomendado para mulheres com menos de 30 anos ou que não têm filhos.

Eu quero