Meu coletor menstrual está vazando, e agora?

Dicas preciosas de como resolver os problemas de vazamento com seu coletor menstrual.

Imagino que você já tenha usado o Inciclo pelo menos uma vez, certo?
Espero que tenha corrido tudo bem, mas pode ser que essa experiência ainda não tenha sido incrível como você esperava.
Estou aqui pra dar umas dicas que vão te ajudar a usufruir de todos os benefícios que o Inciclo tem pra te oferecer.
Hoje vamos falar sobre vazamento.
Você pode estar pensando: “Socorro, meu coletor menstrual está vazando, acho que essa história de copinho não é pra mim”.
Calma! É normal passar por uma fase de adaptação durante alguns ciclos e aqui vou explicar uns truques que funcionam super bem e resolvem o problema.
Vamos lá, é bastante informação, mas vale a pena ler:

Dicas de colocação
• Existem várias dobras que você pode fazer quando for inserir o Inciclo. Aqui colocamos algumas sugestões.


• Colocar o Inciclo quase aberto também costuma ajudar muito. Para algumas mulheres, se o copinho é inserido muito dobradinho, e a musculatura é bem forte, acaba sendo difícil abrir completamente.
• Ao colocar, perceba que você vai inserir o Inciclo até passar do osso púbico (você sente esse ossinho na parte de cima da entrada da vagina). É importante colocar até passar do osso para ficar no lugar certinho.
• Para facilitar, você pode também molhar um pouco o coletor menstrual ou usar lubricante a base de água que pode ajudar muito durante a inserção. Outra sugestão é fazer uma longa e profunda expiração que vai deixar a musculatura bem relaxada e isso facilita a inserção.

Verificando a vedadação

• Ao inserir, verifique se o Inciclo está completamente aberto. Você pode passar o dedo em volta do copinho para ver se tem alguma parte amassada e, também, preste atenção para ver se o colo do útero não ficou para fora do Inciclo. Se perceber que ele ainda está dobrado, puxe um pouquinho para ver se abre e passe o dedo em toda a volta novamente.
• Você pode também, segurando pela base, tentar girá-lo. Se girar é porque está aberto, se você sentir dificuldade em rodá-lo, pode ser que esteja dobrado.
• Outra dica é dar um puxadinha para ver se o Inciclo está firme no lugar. Se você sentir um pouco de resistência, é porque está bem encaixado. Mas se ao puxar o Inciclo descer muito fácil é porque não formou vácuo. Então nesse caso, pressione levemente a base para que um pouco de ar saia e empurre um pouquinho mais para cima para ver se melhora a vedação.

Posicionamento
• Não insira o Inciclo muito profundamente. O Inciclo deve ficar o mais próximo possível da saída da vagina, desde que não incomode e nada fique para fora. Se inserido muito alto, o copinho pode “passar” do colo do útero, aí o sangue todo vai descer pela vagina e não para dentro do Inciclo. É normal o Inciclo “subir” um pouco durante o uso, e não há problemas nisso. Mas deve-se atentar para não inseri-lo muito para cima.
• Outro ponto importante é a direção. Coloque o Inciclo na posição horizontal. Ele deve ser inserido para trás, em direção ao ânus, totalmente na horizontal. Se inserido na vertical (como um absorvente interno) ele pode também “passar” e o colo do útero ficaria fora do copinho.

Haste

O Inciclo deve ficar totalmente inserido na vagina. Nada deve ficar para fora. A haste é útil para algumas mulheres durante a retirada, mas muitas prefetem cortar. Se você está inserindo corretamente, e mesmo assim a haste fica pra fora, pode ser sinal que você deva cortá-la.

Mancha na calcinha
• Se o Inciclo vazou só algumas gotinhas pode ser que tenha um restinho de sangue no canal vaginal e aí acaba sujando a calcinha. Nesses casos, sugerimos passar o dedo em volta do coletor menstrual para limpar a região e ter a certeza de que não há sangue em volta do Inciclo.

Frequência de retirada
• Se nos dias de fluxo intenso vaza e nos outros dias não, você pode experimentar esvaziar o Inciclo com mais frequência.
• Se o coletor menstrual está vazando, você tira o Inciclo e ele está quase cheio, mas não completamente, temos que considerar a possibilidade do colo do útero estar ficando dentro do Inciclo e ocupando parte da capacidade de volume total do coletor. Nesses casos, você pode tentar não inserir tão alto. Mas se o Inciclo está mesmo perto da entrada da vagina, é porque o o colo do útero está mais baixo (o que pode ser comum durante a menstruação), aí o ideal é retirar com mais frequência.

Tamanho certo
• No caso de mulheres que tem o assoalho pélvico pouco fortalecido, pode ser que seja necessário usar o modelo maior porque pode não formar vácuo entre o Inciclo e as paredes da vagina e o fluxo pode passar pela lateral. Normalmente mulheres que se enquadram nessa descrição, costumam ter também outros sintomas como incontinência urinária. Isso normalmente ocorre com aquelas que já tiveram vários filhos ou que tiveram bebês muito grandes (independentemente do tipo de parto). O que acontece é que durante a gravidez, o peso do bebê sobre o assoálho pélvico causa um relaxamento e, então, o músculos já não vão “abraçar”o Inciclo da mesma forma.
• O contrário também pode acontecer, se o Inciclo está muito grande, ele pode não abrir completamente e aí o sangue escorre pela parte que ficou amassada. Nesse caso, você pode usar o Inciclo do avesso. É isso mesmo! Você inverte o copinho de tal forma que a haste vai ficar dentro do coletor. Assim, o Inciclo fica menor e mais molinho.
•Veja como escolher o tamanho mais adequado:
* Modelo A é para mulheres que têm mais de 30 anos ou já deram à luz
* Modelo B é para as que têm menos de 30 e não deram à luz .

Se você se identificou com essa possibilidade de estar usando o tamanho errado, teríamos que considerar usar outro tamanho. Mas eu só pensaria nisso depois de tentar todas essas dicas que descrevemos aqui. Para quase todas as mulheres que inicialmente pensavam que o problema é o tamanho, tentar esses truques costuma funcionar muito bem.

E se ficar difícil de tirar…

A vagina tem em média aproximadamente de 7 a 10 cm de comprimento, então o Inciclo certamente deve ser alcançado com a ponta dos dedos.
Caso sinta dificuldade em retirar o coletor menstrual, procure relaxar. Coloque os dedos mais profundamente na vagina e vá puxando devagar. Caso esteja nervosa, a musculatura vai ficar tensa e a retirada pode ser mais difícil. Quando for retirar, faça uma longa e profunda expiração para manter o relaxamento.
Esteja ciente que o colo do útero fica na parte mais funda da vagina e todas nós somos capazes de alcançá-lo, assim como os médicos o fazem durante uma visita ginecológica.
Ajuda muito fazer um pouco de força com alguns movimentos forçando os músculos do períneo (entre a vagina e o ânus) para ajudar na expulsão, em seguida puxe pela haste ou pela base.
É importante pressionar a borda do copinho para que possa entrar um pouco de ar, antes que você puxe. Assim evita a formação de vácuo.
Até pegar a prática de uso, uma posição que facilita é agachada, porque assim, a vagina fica mais “curta” facilitando para que você alcance a base.
Não se preocupe que com o tempo, você vai ficando cada vez mais familiarizada com o uso e, além disso, com mais conhecimento do próprio corpo.

Se tiver dúvidas, pode escrever pra gente atendimento@inciclo.com.br
Veja aqui um vídeo que mostra como usar o Inciclo

neste explicamos sobre a anatomia feminina  

Compartilhar
10 motivos para experimentar o coletor menstrual

Comente

A

Recomendado para mulheres com mais de 30 anos ou que já têm filhos.

Eu quero

B

Recomendado para mulheres com menos de 30 anos ou que não têm filhos.

Eu quero