A questão social por trás dos coletores menstruais

Mulheres no mundo todo passam dificuldades no seu período menstrual, em vários países precisam ficar afastadas da sociedade, expostas a vários tipos de dificuldades. Temos esse texto aqui falando sobre essas dificuldades .

Sabendo dessas dificuldades, algumas marcas de higiene feminina se dispõe a facilitar a vida menstrual de mulheres nos países menos desenvolvidos economicamente, como é o caso da  Vanessa Paranjothy, que tem um projeto social de distribuição de coletores menstruais para mulheres carentes, a Freedom Cups. Veja o vídeo aqui o vídeo com a entrevista da Vanessa . 

A ideia é que os benefícios do coletor menstrual cheguem a todas! As empresas nacionais também já estão se mobilizando nesse sentido.

A Inciclo, por exemplo, fez doações para comunidades ribeirinhas no norte do país e também palestra explicativa e distribuição de coletores para presidiárias no interior de São Paulo.

“Essas iniciativas são muito importante para nós da Inciclo, pois temos como objetivo principal trazer o bem estar às mulheres e fazer com que a menstruação seja vista com mais carinho”, afirma Déborah Dias,  diretora de comunicação da empresa. “Somos influenciadas por essas mulheres, como a Vanessa, que têm boas ideias e iniciativas com preocupação social”, complementa.

Os coletores, além de terem longa duração e não serem poluentes, proporcionam conforto e higiene. As mulheres que podem adquirir o coletor estão cuidando do mundo para todas, pois as iniciativas de doação e conscientização sobre o corpo e o meio ambiente têm se tornado cada vez mais comuns. Esse é um dos outros ganhos do uso consciente de produtos inteligentes: uma corrente de boas iniciativas que vai se espalhando.

 

Compartilhar
10 motivos para experimentar o coletor menstrual

Comente

A

Recomendado para mulheres com mais de 30 anos ou que já têm filhos.

Eu quero

B

Recomendado para mulheres com menos de 30 anos ou que não têm filhos.

Eu quero