Menstruação sincronizada

Mulheres que convivem juntas, menstruam juntas.

Você já ouviu falar que mulheres que convivem muito tempo juntas menstruam na mesma época?

Muitos acreditam que haja uma tendência à sincronização menstrual em mulheres que convivem próximas, mas a sincronização real ainda não foi comprovada e os estudos são controversos.

A descoberta foi feita pela psicóloga Martha McClintock, em 1971.

A teoria explica que existe uma troca de feromônios (odores que são exalados pelo corpo) decorrente das alterações hormonais que acontecem durante o ciclo menstrual.

Nos animais, é chamado de “efeito macho” e acontece quando as fêmeas após sentirem o cheiro do macho, acabam sendo estimuladas a entrar no cio para estimular a reprodução.

McClintock fez a pesquisa com 135 mulheres e descobriu que a data da menstruação era mais próxima entre as participantes que viviam mais próximas do que entre grupos aleatórios.

Na Universidade de Chicago, cientistas fizeram um experimento deixando o cheiro de uma das participantes perceptível ao olfato das outras mulheres. Ao final da pesquisa, a maioria das mulheres estava menstruando na mesma época.

Acredita-se que se trata de uma estratégia evolutiva de cooperação mútua feminina, já que se as mulheres ficassem menstruadas na mesma época, estariam ovulando no mesmo período também, o que  impediria que um único homem conseguisse engravidar todas ao mesmo tempo. Essa teoria ganhou força com todo o movimento feminista da década de 70.

No entanto,  Alexandra Alvergne da Universidade de Oxford, diz que isso é uma crença popular e relata que faltam estudos que comprovem a teoria da sincronização e diz também que seriam necessários mais estudos para entender a causa do fenômeno.

“Talvez, o que a gente observa atualmente nada mais seja do que o acaso”, finaliza Alvergne.
E você, já percebeu esse fenômeno com as mulheres mais próximas de você?

Compartilhar
10 motivos para experimentar o coletor menstrual

Comente

A

Recomendado para mulheres com mais de 30 anos ou que já têm filhos.

Eu quero

B

Recomendado para mulheres com menos de 30 anos ou que não têm filhos.

Eu quero